<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6432744\x26blogName\x3dANTES+DE+TEMPO\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/\x26vt\x3d685797521404101269', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

segunda-feira, 24 de maio de 2004

 
Às vezes, a vida é amável.
Desde há muitos anos que me impressiona a figura e a pintura de Belinni. Guardo de Belinni uma das imagens pictoricamente mais elucidativas que vi - há mais de 20 anos, nos Uffizi - «Alegoria Sagrada». Lembro a imensa quantidade de interpretações à volta desta obra de Bellini, umas mais interessantes que outras, sempre doutamente defendidas pelos professores da Academia de Florença, mas sempre especulativas em relação à imagem pintada.
Bellini teve uma vida "fácil". Filho de Jacopo Bellini, também pintor (discípulo de Gentile da Fabriano), irmão de Gentile, também pintor e de Niccolosa que viria a casar com Andrea de Mantegna, Giovanni percorreu um caminho sereno e próspero e viveu o suficiente para ver a sua escola ser reconhecida e aclamada.
Esta imagem pintada por Bellini em 1490, tem-me acompanhado ao longo dos últimos vinte e tal anos. Faz, seguramente, parte dos meus afectos. Curiosamente, continua ainda hoje obscuro o motivo pintado. As figuras presentes nunca foram claramente identificadas e, embora a maioria dos estudiosos se incline para uma alegoria do Paraíso ou um diálogo sagrado sobre o Paraíso, inclino-me mais para a tese, pouco aprofundada, de que se trata de uma pequena ilustração de um poema francês do século XIV entitulado «Le pélérinage de l'âme».


Giovanni Bellini, Alegoria Sagrada, 1490.



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?