<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6432744\x26blogName\x3dANTES+DE+TEMPO\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/\x26vt\x3d685797521404101269', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

domingo, 24 de julho de 2005

 
Dois livros



Adosinda Providência Torgal teve a amabilidade de me oferecer estes dois livros, colectâneas da sua responsabilidade em parceria, a primeira, com Clotilde Correia Botelho, e a segunda com Madalena Torgal Ferreira. Lisboa com Seus Poetas, refaz o percurso do romantismo até aos nossos dias dando especial atenção, segundo a nota das autoras, às obras de poetas posteriores à geração do Orpheu. Os poemas oscilam entre o descritivo e o narrativo, o intimista e o interveniente. A obra encontra-se organizada por núcleos que obedecem a determinadas circunstâncias, imagens ou memórias, embora se sinta que esta ordenação é um tanto aleatória porque alguns poemas desta excelente colectânea poderiam, indiferentemente, pertencer a um núcleo ou outro.
Algarve — Todo o mar, reune poemas e textos em prosa dos dois últimos séculos, com especial atenção aos autores contemporâneos. Novamente organizados por núcleos, fazemos, nestes poemas e textos, uma viagem a um Algarve mítico que ultrapassa e transcende a realidade da paisagem natural ou humana e que faz um apelo à memória e uma evocação nostálgica relativamente a uma terra que tem sido sistemáticamente aniquilada. A obra é pontuada por fotografias de Gustavo Vieira da Silva que mereciam um tratamento mais cuidado por parte do editor.
Ambas as edições são da Dom Quixote.




<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?