<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6432744\x26blogName\x3dANTES+DE+TEMPO\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/\x26vt\x3d685797521404101269', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

sexta-feira, 16 de setembro de 2005

 
Antonio Segui
Obras sobre papel 1950-2005

Na sequência da extraordinária exposição de Pierre Alechinski organizada pelo Centro Pompidou no ano passado, onde foram mostrados desenhos dos últimos 50 anos da vida de Alechinski, este ano o C. Pompidou organiza a exposição de obras sobre papel de Antonio Segui — desenhos de 1950 a 2005. Antonio Segui nasceu na Argentina em 1934 e fez os seus estudos em Buenos Aires, Madrid e Paris. Em 1962 instala-se em Paris onde ainda vive e trabalha.



O desenho, entendido como processo criativo construtivo, sempre esteve na base da obra de Segui quer ao nível da pintura, quer ao nível dos trabalhos sobre papel. Esta é a ocasião para se ter uma visão global da obra gráfica deste artista, da diversidade de meios utilizados — que vão da grafite, ao carvão, ao pastel, aos óleos, aos acrílicos —, bem como da constante experimentação de suportes eficazes. O desenho virtuoso de Segui oscila entre situações de extrema delicadeza e um traço por vezes grosseiro, brutal. A figura está sempre presente mas, por vezes, de uma forma subversiva, acentuando esse lado humorístico que é parte integrante de um discurso fluido que se rege por uma extrema liberdade, característica fundamental desse teatro do absurdo de Antonio Segui.
Em Paris, até 10 de Outubro.




<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?