<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6432744\x26blogName\x3dANTES+DE+TEMPO\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/\x26vt\x3d685797521404101269', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

sexta-feira, 4 de novembro de 2005

 
The Unending Gift


Foto de Viktor Ivanovski


Um pintor prometeu-nos um quadro.
Agora, na Nova Inglaterra, sei que morreu. Senti, tal como outras
vezes, a tristeza de compreender que somos como um sonho.
Pensei no homem e no quadro perdidos.
(Só os deuses podem prometer, porque são imortais.)
Pensei num lugar marcado que a tela não ocupará.
Pensei depois: se estivesse ali, seria com o tempo mais uma coisa,
uma coisa, uma das vaidades ou hábitos da casa; agora é
ilimitada, incessante, capaz de qualquer forma e de qualquer
cor e não ligada a nenhuma.
Existe de algum modo. Viverá e crescerá como uma música e estará
comigo até ao fim. Obrigado, Jorge Larco.
(Também os homens podem prometer, porque na promessa há
qualquer coisa de imortal.)

J. L. Borges in Elogio da Sombra, 1969.



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?