<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6432744\x26blogName\x3dANTES+DE+TEMPO\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/\x26vt\x3d685797521404101269', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

terça-feira, 11 de setembro de 2007

 
11.09


Foto de Lilya Corneli



Então Ájax, filho de Oileu, atirou-se a Cleobulo e tomou-o
vivo, no emaranhado da multidão. Mas aí lhe deslassou
a força, ao desferir-lhe no pescoço um golpe com a espada
de bom punho; e toda a lâmina ficou quente do seu sangue.
Sobre seus olhos desceu a morte purpúrea e o fado inelutável.
Foi então que embateram Peneleu e Lícon: é que com as lanças
nenhum acertara no outro, pois ambos arremessaram em vão.
Embateram de novo com as espadas. Então Lícon desferiu
um golpe no cimo do elmo com crinas de cavalo; a espada
quebrou-se no punho. Mas Peneleu desferiu-lhe um golpe
no pescoço, debaixo da orelha, e toda a espada penetrou; já nada
a pele segurava. A cabeça ficou de banda e deslassaram-se-lhe
os membros. E Meríones ultrapassou depressa Acamante,
quando montava para o carro, e deu-lhe uma estocada no ombro
direito. Tombou do carro e sobre seus olhos se derramou o nevoeiro.
Idomeneu estocou Erimante na boca com o bronze renitente.
Trespassou-lhe completamente o cérebro a lança de bronze,
estilhaçando-lhe os brancos ossos. Para fora, sacudidos,
saltaram os dentes e ambos os olhos se encheram de sangue.
Cuspiu através da boca e das narinas com expressão de pasmo
no semblante, mas depois veio encobri-lo a nuvem negra da morte.


Homero in Ilíada, Canto XVI (330-350).



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?