<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6432744\x26blogName\x3dANTES+DE+TEMPO\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/\x26vt\x3d685797521404101269', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

segunda-feira, 20 de julho de 2009

 
...and good luck Mr. Smith...



A alunagem da Apollo 11 faz hoje 40 anos. Das várias e curiosas histórias sobre essa missão "quase impossível" — a tecnologia usada no computador de bordo era muito inferior à que acedemos hoje diariamente nos nossos telemóveis — dá-se nota aqui da segunda frase de Armstrong ao dar os primeiros passos na Lua. A primeira frase, a oficial e que ficou para a Historia, foi That's one small step for [a] man, one giant leap for mankind. E, pouco depois... and good luck Mr. Smith... Do centro da NASA ninguém prestou atenção a isto, nem entendeu o significado. E a coisa morreu ali. Anos mais tarde, na sua biografia, Armstrong explica a pequena frase. Alguns anos antes, ele tinha-se deliciado, uma bela manhã, a ouvir, do outro lado da cerca do jardim de sua casa, uma discussão conjugal entre o casal Mr. e Mrs. Smith, seu vizinho. Mr. Smith exigia de Mrs. Smith uma prática sexual a que a senhora se recusava peremptóriamente. Neil Armstrong, no seu jardim, seguia divertido a acalorada discussão. A certa altura Mrs. Smith, na sua recusa, terá rematado a argumentação afirmando ...e eu só farei isso no dia em que os homens forem à Lua.



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?