<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6432744\x26blogName\x3dANTES+DE+TEMPO\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/\x26vt\x3d685797521404101269', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

segunda-feira, 20 de julho de 2009

 
Livros esquecidos (14)



Não se poderia ter falado aqui de Huxley sem que imediatamente a seguir não se lembrasse Carlos Castaneda. Nascido em 1925, falecido em 1998, Castaneda foi uma figura controversa e rodeada de mistério. De origem humilde peruana ou filho ilegítimo do diplomata brasileiro Oswaldo Aranha que foi presidente da ONU, Castaneda permanece uma figura enigmática. Mesmo quando, em 1973, a Time publicou um vasto artigo sobre a sua vida e obra, Castaneda só se deixou fotografar em ângulos parciais. Enquanto estudante de antropologia na universidade da California (UCLA), Castaneda parte, em 1961, para o deserto de Sonora ao encontro de um índio Yaqui que o autor nomeia sempre como Don Juan. Homem real? Figura imaginária? L´herbe du diable — tese de doutoramento em ciências humanas — relata esse encontro com Don Juan que aceita Castaneda como seu aluno e o inicia no uso da raíz Datura Inoxia, a erva do diabo. Esta é a mais importante obra consagrada às substâncias alucinogénias desde As Portas da Percepção de Aldous Huxley. Esquecido do grande publico, olhado com reserva pelos estudantes e estudiosos de antropologia, L'herbe du diable permanece como uma fascinante viagem iniciática.



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?