<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6432744\x26blogName\x3dANTES+DE+TEMPO\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/\x26vt\x3d685797521404101269', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

quarta-feira, 22 de julho de 2009

 
Livros esquecidos (15)



São Paulo é uma biografia romanceada da vida do apóstolo. Publicado em 1932, escrito pouco tempo antes, Pascoaes é um homem que já passou os cinquenta anos de idade quando se aproxima de São Paulo, "mascarado" (no dizer de António Pedro Vasconcelos). Mascarado de biógrafo e de historiador pois, na realidade, a História interessa-lhe pouco. Antes, segue os passos da Lenda, até porque, como a certa altura escreve " a Lenda corrige a História". Nos anos que ainda vai durar a sua vida solitária no Marão, Pascoaes assumirá a mesma postura em relação a Napoleão, a Camilo, a São Jerónimo.
Nesta extraordinária abordagem da vida do apóstolo, Pascoaes opta pela descrição do dualismo: "O nosso ser deriva do encontro casual e momentâneo de duas forças, ou da reflexão do espírito na matéria. Que é uma estrela à tona de água? Qualquer coisa de efémero e maravilhoso, mas não a água nem a estrela...". Saulo, soldado romano; Paulo, o apóstolo. Esta postura que não é nem o protesto neo-realista nem o modernismo vai valer-lhe o esquecimento e, na época da sua publicação, a fúria dos católicos.



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?