<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6432744\x26blogName\x3dANTES+DE+TEMPO\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/\x26vt\x3d685797521404101269', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

 
Livros esquecidos (18)



Psicanálise da Percepção Artística — nesta edição brasileira da Zahar — foi a primeira obra de Ehrenzweig, publicada originalmente em Nova York em 1953, com o título The Psychoanalysis of Artistic Vision and Hearing. Juntamente com Art and Visual Perception de Rudolf Arnheim, é seguramente um dos clássicos na área da Psicologia da Arte do século XX. Ehrenzweig (1908-1966) foi um dos mais notáveis pensadores no campo da arte visual. Abandonando a Áustria em 1938, em plena Anschluss, refugia-se em Londres onde se torna professor no Goldsmith College, University of London. Entre outras obras e escritos há a salientar The Hidden Order of Art, publicado em 1967, Alienation versus Self-Expression (1960), The Undifferentiated Matrix of Artistic Imagination (1964) e Towards a Theory of Art Education (1965). Em Psicanálise da Percepção Artística, A. Ehrenzweig faz uma tentativa de sistematização da impressão caótica dos elementos inconscientes na produção artística e estabelece a relação entre a criação consciente e formal de imagens, por um lado, e a indisciplinada imaginação perceptiva, por outro.



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?