<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6432744\x26blogName\x3dANTES+DE+TEMPO\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/\x26vt\x3d685797521404101269', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

terça-feira, 27 de outubro de 2009

 
Comer o Boby

Vêm os ilustres professores da Universidade de Victoria, na Austrália, dizer-nos agora, num surpreendente artigo intitulado "Save the planet: eat a dog?", que a "pegada ecológica" do nosso Boby é o dobro da de um Land Rover com um motor de 4,6 litros. O conselho é trocar rapidamente o Boby por um outro animal de estimação que, no final da "estimação", seja comestível - uma galinha, por exemplo. O leitor poderá também começar a explicar ao seu gato que não vai dar porque a sua "pegada ecológica" é sensivelmente a de um Volkswagen Golf e, portanto, será comido e rapidamente trocado por uma couve, por exemplo.
É isto que dá as "cruzadas ecológicas" quando contaminam os meios académicos.

Tente lembrar-se dos nomes dos 7 anões, respire fundo e siga em frente. Bon courage!



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?