<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6432744\x26blogName\x3dANTES+DE+TEMPO\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://antesdetempo.blogspot.com/\x26vt\x3d685797521404101269', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

quinta-feira, 17 de março de 2011

 
Estrebuchar

A notícia da recandidatura caiu como uma bomba no Gabinete. De entre as vozes de todos, destacava-se a do Pedro:

- Mas tu estás maluco, Zé? Já viste o banho que nos vão dar?

De mãos agarradas à cabeça, o Zé era a imagem do desespero. Do pânico. A quem recorrer na muito provável hipótese de derrota eleitoral?

- Então não percebem que o único lugar seguro que me resta neste País é o Governo?

- ???

- Como poderei sair à rua sem uma força da GNR a guardar-me as costas? Este povo, estes ingratos, esfolam-me no mesmo instante...

- Ah, o caso é esse, hã!? E nós?

- Vocês safam-se bem. Vejam a Lurdes: com os profs todos à perna, remodelei-a e hoje ninguém se lembra dela. O cristo é sempre o 1º Ministro.

O Gabinete emudeceu subitamente. Compadeceu-se. Talvez o coitado do Zé tivesse razão. O Teixeira deu-lhe uma palmadinha no ombro, a reconfortá-lo.

- Arranja-se qualquer coisa na estranja, deixa lá. Oh Amado!: não te ocorre algum lugar? Uma caridade...

- Isto está mau... Já temos um com os refugiados, outro com os tuberculosos...

O Zé saltou na cadeira, visionando a salvação, terra segura depois do pântano...

- Com os leprosos, com os leprosos! Não falta que fazer com os leprosos!

- Bom, sendo assim...

ponderou o Amado, cofiando meditadamente as barbas,

- ...sendo assim, arranja-se por aí uma gafaria. Olha, Zé: podemos experimentar a Gafanha da Nazaré, não? E até deve sair muito em conta...

- E, ao menos, há um posto da GNR por perto?


Daqui.




<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?